Capturando eventos de um determinado bancos de dados com .NET via SMO sem Triggers ou Trace

Assim como explicado no artigo da semana passada, o monitoramento de eventos do SMO pode capturar eventos tanto no nível mais macro do SQL Server, quanto nos níveis mais específicos, como eventos relativos a tabelas ou outras estruturas do banco de dados.

Quem viu o artigo da semana passada irá perceber que não há muita diferença para capturar eventos de objetos específicos do SQL Server, pois as diferenças básicas são os objetos aos quais se associam os eventos (eventos de banco de dados, se associa a um objeto Database, eventos de instancia, a um objeto Server) e o grupo de eventos (EventSet) a ser utilizado para identificar quais os eventos que serão monitorados.

No exemplo a seguir veremos como implementar a captura de eventos de um determinado banco de dados:

using System;
using System.Linq;
using System.Xml.Linq;
using Microsoft.SqlServer.Management.Smo;

namespace DemoSmo
{
    static class DemoEvent2
    {
        public static void Run()
        {
            // Definindo um grupo de eventos a serem monitorados
            var dbEventSet = new DatabaseEventSet(DatabaseEvent.CreateTable);

            // Relacionando os eventos de um determinado banco de dados
            //   e definindo o método OnCreate para o tratamento destes eventos
            const string serverName = @".\SQLEXPRESS";

            var server = new Server(serverName);

            #region Criando um banco de dados

            var db1 = new Database(server, "NovoBanco");

            db1.Create();

            #endregion

            var database = server.Databases["NovoBanco"];

            database.Events.SubscribeToEvents(dbEventSet, OnCreate);

            // Iniciando a captura dos eventos
            database.Events.StartEvents();

            #region Criando uma tabela no banco de dados criado

            Console.ReadKey();

            var table1 = new Table(db1, "NovaTabela", "dbo");

            table1.Columns.Add(new Column(table1, "Codigo", DataType.Int) { Nullable = false });

            table1.Create();

            #endregion

            // Terminando a captura dos eventos

            Console.ReadKey();

            database.Events.StopEvents();

            database.Events.UnsubscribeFromEvents(dbEventSet);

            #region Excluindo o banco de dados criado

            db1.Drop();

            #endregion
        }

        private static void OnCreate(object sender, ServerEventArgs e)
        {
            // Exibindo o SPID e a data do evento
            Console.WriteLine("SPID: {0}", e.Spid);
            Console.WriteLine("Data: {0:dd/MM/yyyy HH:mm}", e.PostTime);

            // Exibindo informações sobre o que foi executado
            Console.WriteLine("Foi criada uma tabela!");

            // Relacionando outras propriedades que serão exibidas

            var showProperties = new[] { "DatabaseName", "LoginName" };

            var properties = e.Properties.Where(prop => showProperties.Contains(prop.Name));

            foreach (var prop in properties)
            {
                Console.WriteLine("{0}: {1}", prop.Name, prop.Value);
            }

            // Exibindo o comando que acionou o evento

            var command = e.Properties.FirstOrDefault(prop => prop.Name == "TSQLCommand");

            if (command != null)
            {
                var xml = XDocument.Parse((string)command.Value)
                    .Elements("TSQLCommand")
                    .Elements("CommandText")
                    .FirstOrDefault();

                if (xml != null)
                {
                    Console.WriteLine("CommandText: {0}", xml.Value);
                }
            }

            Console.WriteLine();
        }
    }
}

E como resultado deste exemplo:

Aqueles que gostariam de saber como funciona a implementação de eventos de notificação, podem encontrar no link abaixo referências de como implementá-los com T-SQL, no qual conhecimento de Service Broker será indispensável:
http://msdn.microsoft.com/en-us/library/ms178080.aspx

Anúncios

Um pensamento sobre “Capturando eventos de um determinado bancos de dados com .NET via SMO sem Triggers ou Trace

  1. Pingback: Trabalhando com SMO – Resumo « SQL From Hell.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s