Gerenciando o SQL Server por meio de aplicações .NET – Primeiros passos

Já tratamos no blog duas formas de interação da .NET Framework com o SQL Server, sendo a primeira e principal forma interação, por ADO.NET para execução de comandos T-SQL,  e a segunda forma, por SQL CLR para estender funcionalidades do SQL com .NET.

Além destas duas formas de interação, temos o SMO (SQL Server Management Objects) que nos permite gerenciar o SQL Server utilizando um coleção de assemblies .NET, que podem ser utilizados em scripts do PowerShell ou em aplicações .NET de forma bem transparente.

Há alguns anos escrevi um artigo para revista Mundo .NET sobre este assunto, mas não demonstrei muito do potencial que temos com SMO.

A partir deste artigo, pretendo iniciar uma nova série de artigos que tratarão várias formas de utilizar SMO com .NET e também com PowerShell (mais como um comparativo de como fazer com .NET e com PowerShell).

Hoje, vamos começar com uma aplicação .NET simples que ilustra bem a utilização do SMO.

Tento um projeto .NET, o primeiro passo será encontrar os assemblies que compõe a SMO, no caso do SQL Server 2008 (100). Eles podem ser encontrados nas pastas:

C:\Program Files\Microsoft SQL Server\100\SDK\Assemblies
C:\Program Files (x86)\Microsoft SQL Server\100\SDK\Assemblies

Caso não os encontre, você pode instalá-los:
http://www.microsoft.com/download/en/details.aspx?id=16177#SMO
(Microsoft SQL Server 2008 Management Objects)

Para a nossa primeira aplicação, precisaremos dos seguintes assemblies referenciados em nossa aplicação:

Microsoft.SqlServer.Smo.dll
Microsoft.SqlServer.ConnectionInfo.dll
Microsoft.SqlServer.Management.Sdk.Sfc.dll

Adicionadas as referencias ao projeto, será possível criar uma aplicação simples em .NET (em C# no meu caso) para relacionar os bancos de dados de uma determinada instancia do SQL Server:

using System;
using System.Linq;
using System.Security;
using Microsoft.SqlServer.Management.Smo;
using Microsoft.SqlServer.Management.Common;

namespace DemoSmo
{
    class Program
    {
        static void Main()
        {
            Console.WriteLine("Servidor:");
            var serverInstance = Console.ReadLine();
            Console.WriteLine();

            Console.WriteLine("Usuário:");
            var user = Console.ReadLine();
            Console.WriteLine();

            ServerConnection conn;

            if (!string.IsNullOrEmpty(user))
            {
                Console.WriteLine("Senha:");
                var pass = ReadPassword();
                Console.WriteLine();

                // Criando um objeto de conexão com SQL Authentication
                conn = new ServerConnection(serverInstance, user, pass);
            }
            else
            {
                // Criando um objeto de conexão com Windows Authentication
                conn = new ServerConnection(serverInstance);
            }

            // Criando um objeto que abstrai a instância do SQL Server
            var server = new Server(conn);

            Console.WriteLine("Carregando lista de bancos de dados ...");
            Console.WriteLine();

            try
            {
                // Recuperando a lista de banco de dados
                var lst = server.Databases;

                // Escrevendo a relação de banco de dados encontrados
                foreach (var db in lst.Cast<Database>().OrderBy(e => e.ID))
                {
                    Console.WriteLine("{0}. {1}", db.ID, db.Name);
                }
            }
            catch (Exception ex)
            {
                Console.WriteLine(ex.Message);
            }

            Console.WriteLine();
            Console.WriteLine("Concluído ...");
            Console.ReadKey();
        }

        // Método para evitar que a senha digitada apareça na tela da aplicação
        private static SecureString ReadPassword()
        {
            var pass = new SecureString();

            while (true)
            {
                var key = Console.ReadKey(true);

                if (key.Key == ConsoleKey.Enter) break;

                pass.AppendChar(key.KeyChar);

                Console.Write("*");
            }

            Console.WriteLine();

            return pass;
        }
    }
}

E por fim, executando a aplicação por SQL Authentication:

E por Windows Authetication:

Por enquanto não há muitos materiais no blog sobre SMO, então você pode esperar novos artigos serem publicados, encontrar outras fontes pela internet ou comprar a revista que tem o artigo que escrevi sobre SMO.

Até o próximo artigo!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Gerenciando o SQL Server por meio de aplicações .NET – Primeiros passos

  1. Pingback: Gerando backups do SQL Server por .NET « SQL From Hell.com

  2. Pingback: Trabalhando com SMO – Resumo « SQL From Hell.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s